O nome Hornet está guardado para o futuro, diz presidente da Honda

Quando saiu de linha em 2014, a Honda CB 600F Hornet deixou uma legião de fãs pelo mundo e especialmente no Brasil.

Com proposta diferente e menos esportiva, a sua substituta CB 650F ainda não conseguiu obter o mesmo sucesso de sua antecessora.

Crise em motos ‘aparentemente, parou de piorar’, diz presidente da Honda
Líder de vendas na categoria naked de alta cilindrada por 10 anos, a Hornet chegou até a ser tema de músicas, com em “Plaquê de 100”, do MC Guimê. No funk, o cantor diz: “Aí nóis convida, porque sabe que elas vêm. De transporte nóis tá bem, de Hornet ou 1100”, conta a letra da música, fazendo referência a outra moto que também saiu de linha: a Honda CBR 1100XX SuperBlackbird.

A montadora japonesa reviveu recentemente nomes de peso como CB 500, Africa Twin e Twister. Será que a Hornet pode ser a próxima? Em entrevista exclusiva ao G1, o presidente da Honda na América do Sul, Issao Mizoguchi fez revelações sobre o futuro da motocicleta.

“Eu acredito que tenham preservado o nome Hornet para talvez uma futura oportunidade. Não se pode utilizar para qualquer modelo Hornet, eu acredito”, disse Issao Mizoguchi.

Auto Esporte/G1